Poupança ou Tesouro direto: qual é melhor para investir?

Tempo de leitura: 5 minutos

Poupança ou tesouro direto: vamos descobrir qual é melhor para investir?

Desde 2015, quando se acentuou a crise econômica nacional, as pessoas começaram a ver com mais valor o dinheiro recebido por um trabalho ou serviço.

Uma das opções mais populares de investimento sempre foi a poupança. Mesmo com um rendimento mais baixo, o volume de dinheiro depositado na poupança foi de R$ 147.467.192 em janeiro de 2015 para R$ 166.120.558 em janeiro de 2017.

O valor das retiradas, no entanto, também foi bem alto: começou com R$ 152.995.741 em janeiro de 2015 e R$ 176.855.875 em janeiro de 2017. O ápice foi em dezembro de 2015, quando foram retirados R$ 193.170.298 da poupança.

O excesso de retiradas acaba trazendo uma negatividade no capital líquido da poupança. Esse capital líquido indica se ela é rentável ou não: se o valor for positivo, é um método de investimento interessante. Se for negativo, tem alguma coisa errada com ela.

Já o tesouro direto, que foi lançado em 2002 e despertou o interesse do pequeno investidor, foi ganhando cada vez mais força e se popularizou no país.

O tesouro direto nada mais é do que a compra de títulos públicos por investidores de vários portes. Existem títulos que podem ser comprados por R$ 30,00, o que atrai um novo tipo de investidor.

Neste artigo, vamos apresentar uma discussão um tanto quanto polêmica: poupança ou tesouro direto, qual é o melhor investimento?

Poupança rendimento

Na poupança, o investidor realiza o depósito com o valor desejado na sua conta poupança. Normalmente, a conta poupança está vinculada com a conta corrente da pessoa física ou jurídica, e não tem custos.

Leia  VRTA11 Fator Verita Fundo Imobiliario

Quando necessário, o investidor pode retirar toda ou qualquer parte do dinheiro da conta poupança. Isso faz com que esse tipo de investimento tenha liquidez.

Com a poupança, o investidor não paga qualquer tipo de taxa, como imposto de renda ou taxa de serviço.

Mensalmente, a poupança também oferece uma remuneração em cima do valor aplicado: no último ano, a taxa de rendimento mensal média foi de 0,65% ao mês. Isso significa que um investimento de R$ 1.000,00 na poupança irá render R$ 6,50 em um mês.

A taxa de rendimento é aplicada na data de aniversário da poupança, que é a data em que o depósito foi realizado. Se você realizou um depósito no dia 1º de um mês, todo dia 1 você terá o rendimento na sua conta.

Uma dúvida frequente e que causa temor em pessoas mais conservadoras é o que acontece com o investimento da poupança se o banco quebrar. O Fundo Garantidor de Crédito, do Banco Central, garante o reembolso para poupanças com até R$ 250 mil investidos.

Infelizmente, a poupança é um tipo de investimento que tem um rendimento baixo, sendo inclusive menor do que a inflação. Isso significa que o investidor estará perdendo dinheiro.

Tesouro direto rendimento

O tesouro direto foi desenvolvido pelo Tesouro Nacional e a BM&F Bovespa para vender títulos públicos federais a pessoas físicas, que podem adquirir os títulos através da internet.

Criado em 2002 com o objetivo de “democratizar o acesso aos títulos públicos”, o tesouro direto permite aplicações com valores baixos, sendo que a cota mínima vendida é de R$ 30,00.

Com o lançamento deste título, houve uma diversificação e a possibilidade de complementar os investimentos junto às alternativas de investimento que estão disponíveis no mercado.

Leia  MXRF11 Maxi Renda Fundo Imobiliário

O tesouro direto oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (como pré-fixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa básica de juros), prazos de vencimento e fluxos de remuneração.

Além disso, o tesouro direto também é uma opção segura e de baixo risco ao oferecer boa rentabilidade e liquidez diária.

Para conhecer um pouco mais sobre o tesouro direto, clique aqui!

Poupança ou tesouro direto?

Poupanca ou Tesouro direto retorno
Poupanca ou Tesouro direto retorno

Agora vem a pergunta que não quer calar: vale mais a pena investir na poupança ou no tesouro direto?

A resposta é: depende.

Depende? Sim, depende.

São duas coisas que você deve levar em conta: o valor investido e o tempo de investimento.

A poupança não cobra nenhum tipo de imposto ou taxa, o que a torna bem atrativa. Já o tesouro direto cobra as seguintes taxas, levando em consideração o tempo de investimento do título:

Tabela imposto ir
Tabela imposto ir

Por isso, é importantíssimo refletir muito sobre o tipo de investimento. Se você vai investir um valor baixo e por um tempo mais curto, deve preferir a poupança. Isso porque, mesmo o tesouro direto rendendo mais, você estará perdendo dinheiro ao pagar as alíquotas cobradas pelo imposto de renda.

O tesouro direto é mais adequado em dois casos:

  • Quando você vai investir um valor mais alto
  • Investir para longo prazo. Quanto mais tempo for o prazo de vencimento do seu título (isto é, o prazo que você vai receber o retorno do título corrigido), maior será o retorno.

Muitas pessoas vivem dizendo que a poupança não é uma opção interessante por não ser rentável.

Faça as contas na ponta do lápis verifique qual o investimento é melhor para você.